Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

contos do Jf

Nesse blog contem Contos reais que parecem fantasias e fantasias que parecem reais, se vc desejar se aventurar em escrever um conto  e  quiser compartilhar com a gente mande por email  ou por  whatsApp. contosdojf@gmail.com WhatsApp: +5597984051579

Nesse blog contem Contos reais que parecem fantasias e fantasias que parecem reais, se vc desejar se aventurar em escrever um conto  e  quiser compartilhar com a gente mande por email  ou por  whatsApp. contosdojf@gmail.com WhatsApp: +5597984051579

contos do Jf

05
Abr17

eu e meu padrasto (quinta e última parte)

Jf

Passei uma noite com o anus em brasa e a vagina em fogo, queria ter sido deflorada, e gozado em toda plenitude, sentia ânsias e gozar pela buceta, com seria sentir-me totalmente preenchida, enfiei meu dedo diversas vezes, gozava mas faltava algo............... No dia seguinte, Ele acordou cedo começou a se arrumar colocou uma camisa engomada uma calça de linho faltou a gravata, e perguntou se eu iria junto com ele buscar minha mãe na rodoviária, Disse: - não pai, vou espera-los aqui, deixar a casa bonita pra mamãe , Ele olhou nos meus olhos profundamente, senti que ele estava alegre pela volta de minha mãe e triste pela perda de nossa intimidade, Chegou bem perto de mim abaixou seu rosto junto ao meu encostou sua boca na minha, e me beijou enfiando a língua, em minha boca, procurando minha língua puxou meu corpo junto ao seu, pressionando seu membro já ereto, em mim um braço por cima dos meus ombros puxando e pressionando sua boca na minha, eu procurando sua língua sentindo sua saliva grossa um beijo molhado, ele levou sua mão entre minhas pernas e descobriu que eu não estava usando calcinha, mas estava úmida e minha vagina já era um vulcão em chamas, comecei gemer quando seu dedos penetrou fundo na minha buceta molhada, meu hímen doeu mas não senti ser rompido, paiiiiiiiiiiizinhoooooooooooo, paraaaaaa, aiiiiiiiiiiiii Paizinhhhhoooooooooooo, nãoooooooooooo senti um orgasmo e gozei em seu dedo minhas pernas bambearam e ele me segorou em seus braços eu tremia e sentia meu liquido vaginal inundar sua mão que estava espalmada em meu ventre ele mordiscava minha língua, Levei minha mão no zíper de sua calça, abri e procurei seu caralho que estav uma rocha, com dificuldade saquei para fora da calça, fez ate barulho quando saiu, ele pegou meu rosto e baixou ate altura daquela ferramenta, eu gemia, papai posso chuparrrrrrrrrrrr seu caralhooooooooooo, possoooooooooo sssshhhhhhhhhhhh entia que estava prestes a outro orgasmo, ajoelhei frente a ele e peguei seu membro com as duas mãos e comecei lamber do inicio ao fim quase chegando ao seus pelos, lábia e molhava com muita saliva, levei a cabeça em minha boca e senti o gosto de esperma que já saia pelo canal na cabeça inchada fiquei ali minutos gemendo chupando lambendo ate ter um orgasmo violento ode quase mordi seu pau, ele tirou de minha boca me levantou e me colocou sobre a mesa das cozinha, com as pernas arreganhadas ao máximo era uma volúpia e a sede do desejo falava alto, tudo poderia acontecer, ele ajoelhou e começou mordiscar minhas coxas, até chegar na minha vagina, enfiou a língua lambendo minha vagina e com um dedo passava pela minha virgindade, outro dedo da mesma mão entrava em meu anus, que mordia de tesão, sentia sua saliva molhando tudo em torno de minha bucetinha, sofrida, Ele tirou os dedos e enfiou a língua profundamente em meu anus e alternadamente na minha vagina, aquilo era divino, ele ficou em pé, e encostou a cabeça do membro em minha buceta totalmente escancarada e molha pronta para ser arrombada, forçou a cabeça do caralho em minha vagina, encontrou muita resistência, aiiiii paizinho desculpeeeeeeeee mas estou gozanddooooooooooo, puxei seu corpo contra o meu o membro forçou mas não entrou, doeu muito e escapou para baixo, senti que ele estava quase gozando pois gritou forte ................peguei seu caralho e encostei a cabeça quente e dilatada, em meu anus, que também era uma poça de saliva e liquido vaginal, ele forçou e a cabeça entrou somente a cabeça, mas me senti cheia o anus não doeu, pois na noite anterior já tinha sido arrombado, ele parou ali so a vcabeça na minha bunda, disse : Rosinha vou gozar em seu anus de novo, eu gemia pois estava em pleno orgasmo, descobri que quando a gente goza o anus pisca no mesmo ritmo, por isto ele não aguentou, senti sua ejaculação no meu anus bem forte sentia cada jato seu membro inchava na passagem do esperma, foram vários jatos, meu reto devia estar lotado de porra, ele parou de gozar eu com as pernas bambas e quase desfalecida na mesa da cozinha, que loucura de orgasmo, depois de minutos, ele me abraçou me beijando e seu membro já amolecendo saltou de meu anus caindo sobre a mesa e no chão uma quantidade razoável de esperma - Caímos na real -Papai esqueceu da mamãe..........................??????????????// -Não !!!!!!!!!!!!!!! estou saindo !!!!!!!!!!!!!!!!! ( e foi se ajeitando guardando seu membro cheio de líquidos ) -Vai papai vai agora que eu ajeito tudo.............estou com saudades de mamãe......quero ouvir você fazendo muito sexo com ela hoje........ta bom . Chegaram em um taxi grande. mamãe desceu e papai educadamente carregou suas malinhas, ela entrou me abraçando e dizendo dos presentes que trouxe e da saudade que estava, elogiou a limpeza da casam perguntou se cuidei bem do Pedro meu pai, -meu pai respondeu que eu era a melhor substituta de minha mãe e me olhou carinhosamente, conversamos muito, ele fez janta neste dia, jantamos depois tv eu fui ao meu quarto e eles foram para o quarto deles, cochilei em minha cama e só acordei quando comecei ouvir os sons vindos do quarto eles estavam metendo minha mãe gemia e gritava coisas bem obscenas, e continuaram por quase uma hora mke masturbei forte e dormi pesadamente, durante uns 5 dias aquilo foi uma rotina, Sexto dia depois de minha mãe chegar, ele me disse - sua mãe está cansada, acho que ela vai tomar as pílulas hoje ...............!!!!!!!!! Aquilo soou como um aviso VOU TE COMER ROSA............... Jantamos a mesa, e senti meu pai passando o pé em meus pês ....era um sinal claro que ele me queria Por volta das 22hs fui dormir, coloquei um roupinha leve e uma calcinha bem de puta que tinha comprado de uma amiga ......queria ser fodida, meu desejo gritava, eu me sentia molhada em pensar no seu membro entrando em mim, não no meu anus, e sim na minha vagina............... Fiquei inquieta, nada de barulho no quarto, quando foi uma da manhã ouvi a maçaneta do quarto ele entro totalmente nu Seu membro estava apontando para a luz do quarto, fiquei amedrontada, ele estava decidido, eu me sentia determinada, também Sem nada dizer, pegou minha mão e levou em seu membro quando segurei senti a rigidez absurda, levei a boca e comecei punheta-lo, ele segurou minha cabeça e fazia movimentos como se copula-se com minha boca, Segurava com a s duas mãos e punhetava sem piedade sentindo o tamanho e a grossura, do membro quente, eu lambia como se fosse uma puta segurava apertando forte, ele gemia e eu também sentia minha calcinha já úmida, seu membro inchou pensei que ele iria gozar, mas segurou, e segurou também minhas mãos, me deitou e foi diretamente em minha vagina, enfiou o dedo como já fosse meu dono, sabias dos meus desejos, pelo estado úmido da minha buceta que pulsava Enfiou a língua, lambendo forte molhando, e enfiando um dedo, me segurou pelas nadegas e esfregava o rosto forte em meu ventre sentis sua barba serrada machucando minhas coxas, aquilo não tinha preço, gozei na sua boca ele gemeu e disse -goza minha menina goza na minha boca geme gostoso, você vai ser minha amante minha namoradinha, vou cuidar de você e de sua bucetinha rosada e molhada, Ele foi subindo beijando e lambendo meu ventre meu umbigo, meus seios, mordeu meus mamilos, e chegou na minha boca, mordeu meus lábios, enfiando vorazmente sua língua quase ate a garganta, seu membro se alojou no meio das minhas pernas, ele estocava levemente, batia na testa da minha buceta batia no meu anus escapava no rego da minha bunda, parecia um cachorro tentando foder uma cadela no cio, ate que pegou na minha racha, e entrou um pouco ele ficou ali batendo, tirando e colocando na minha vagina, cutucando meu hímen, forçou , mas novamente a resistência, eu decidi colaborar e elevei meus quadris com força, e a dor lancinante me fez recuar, baixei meus quadris e ele ficou ali com o pau apontado eu forcei meus quadris de novo mais forte, senti rasgar minha buceta e uma parte entrou, parei segurando naquela posição, estava sendo arrombada, pois seu membro era grande, forcei mais um pouco e ele também entrou mais um bom tanto, minha vagina queimava, levei a mão para ver quanto já tinha entrado, com medo senti que ainda faltava uns 4 dedos, falei pra ele paizinhoooooooooooooooooo enfiaaaaaaaaaaaaa o restooooo que eu aguentooooooooooo, doía mas era prazeroso, olhei minha mão e vi sangue de um cabaço que já não existia mais, dei um sorriso e ele que também viu, Empurrou o resto do caralho até o saco, eu mesmo doida rebolava em sua rola que estava empurrando meu útero, ele tirou e depois enfiou de novo o orgasmo veio forte, disse: Vou gozarrrrrrrrrrrrrr aiiiiiiiiiiiiiiii caralho vou gozar paizinho enterrra tudo na sua menininha, fodeeeeeeeeee minha bucetaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa ,,,,,,,,,,,, Eu gemia e gozava forte , enquanto ele bombava minha buceta Meteeeeeeeeeeeeee papai faz eu gozar de novo e de novooooooooooooooo meteeeeeeeeeeeeee vai enfiaaaa tudooooooo me arromba........... Me sentia uma puta em total descontrole Gozei umas 3 vezes, de repente ele socou tudo e parou com o membro enterrado senti um jato de porra quente nas profundezas de minha vagina , depois outro e mais outro não parava mais,,,,,,,,,,,,,,,,,,ele fazia movimentos giratórios me trazendo a loucura.............indescritivellllll o que es estava sentindo..................muita porra, desfaleci e ele também soltou seu peso sobre mim, seu cheiro doce, sua masculinidade , não consegui me manter virgem mas valeu a pena, estava preenchida, e cheia de prra, aquilo era divino ele beijou minha boca e saiu, sem dizer nada......................dai para a frente vitrei sua enteada e sua amante, Minha mãe tinha a prioridade mas todos dias que ela saia ou tomava remédio, ele me buscava e ma faia gozar Fim Meu nome e Sonia pode deixar comentários para que eu escreva mais Pode bater punheta também que eu gosto

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D